mardi 6 mai 2008

A Deolinda


"O seu nome é Deolinda e tem idade suficiente para saber que a vida não é tão fácil como parece, solteira de amores, casada com desamores, natural de Lisboa, habita um rés-do-chão algures nos subúrbios da capital. Compõe as suas canções a olhar por entre as cortinas da janela, inspirada pelos discos de grafonola da avó e pela vida bizarra dos vizinhos. Vive com 2 gatos e um peixinho vermelho..."
e é linda (eu gosto sobretudo do nariz!), como se pode ver neste Fado Toninho :)! O CD já saiu e amanhã há concerto no São Jorge!

6 commentaires:

Maçã com Canela a dit…
Ce commentaire a été supprimé par l'auteur.
Catarina, a faroleira a dit…

Já estive a ouvir um pouquinho.... bem fixe.. e não é que gostei?

Mas não vou ter contigo amiga... prometo que para uma próxima.. isto de ser a meia da semana é tramado.. e sinto-me verdadeiramente de rastos... de corpo e mente!

Prometo uma visita brevemente.. com direito a pernoitar aí pós lados da tua casita :)

Um beijo grande

alina a dit…

Houve. O tempo de uma canção à meia-noite! Ou melho as 6 horas de manha.

margareterc a dit…

Pois eu tomei gostei... bem ao teu jeito: poético, diveritido e original.
Um Abraço
Maguy

margareterc a dit…
Ce commentaire a été supprimé par l'auteur.
Ana Mary a dit…

Adoro os Deolinda. É um tipo de fado muito porreiro e que adoro cantar. Um tipo de musica que está constantemente na minha cabeça e díficil de sair. Só ainda não tenho o CD deles, por isso já sabes o que me podes oferecer no Natal Bjs